Início » FATOS RELEVANTES

FATOS RELEVANTES

1-) Pessoas com Altas Habilidades são indivíduos com necessidades educacionais especiais, com direitos garantidos pela legislação brasileira e internacional. Porém, as iniciativas para o seu apoio ainda são insuficientes na sociedade brasileira

2-) Superdotados são educandos que apresentam notável desempenho e/ou elevada potencialidade nos seguintes aspectos, isolados ou combinados: capacidade intelectual, aptidão acadêmica, pensamento criador, capacidade de liderança, talento especial para arte, habilidades psicomotoras. Superdotados necessitam, portanto, atendimento educacional especializado

3-) Altas Habilidades, por lei, são consideradas EDUCAÇÃO INCLUSIVA, ou seja, educação especial, são espécie de necessidades especiais, como a deficiência também é.

4-) Por isso  O Alto Habilidoso necessita de estímulos educacionais diferenciados, já que é imprescindível o aprofundamento nas matérias de interesse, nas quais possui Alta Habilidade, e o equilíbrio nas demais, nas quais provavelmente apresentará deficiência, já que praticamente se interessará apenas pela área da qual gosta.

5-) A ausência do Estado em cumprir suas responsabilidades levou à fundação da APAHSD em 16 de abril de 2005, com o objetivo de desenvolver pessoas com Altas Habilidades e orientar suas famílias. Como ponto de partida, porém, as primeiras ações da APAHSD concentraram-se em identificar Alto Habilidosos, já que as estatísticas oficiais do Estado de São Paulo não apontavam a existência de superdotados. A partir da constatação da existência de Alto Habilidosos na população paulista, em uma porcentagem similar à indicada por organismos internacionais, iniciou-se a trajetória de luta da APAHSD pelo reconhecimento e atendimento dessa especificidade.

6-) Quantitativamente, a OMS (Organização Mundial da Saúde) coloca a porcentagem dos Alto Habilidosos em 5% por cento de qualquer população. Ou seja, em uma empresa com 1.000 funcionários, 50 teriam Altas Habilidades. Em uma escola com 500 alunos, 25 teriam Altas Habilidades. Seguindo este raciocínio, temos 4 milhões de superdotados em São Paulo. Entretanto, o índice da OMS leva em conta somente pessoas com Altas Habilidades cognitivas, ou seja, não estão incluídos neste índice Habilidades Artísticas, Corporais, Musicais, etc.. A estimativa que se faz, segundo pesquisas da APAHSD, é de que a porcentagem de Altos Habilidosos em uma população, seja de 10% (dez por cento), em média.