Principal »

A APAHSD é recebida pelo Secretário Estadual de Educação de São Paulo

27 de junho de 2012

Reunião da APAHSD com o CAPE e o Secretário Estadual de Educação

Hoje dia 27 de junho de 2012, tivemos nossa primeira reunião com o Secretario de Educação Estadual Sr.: Herman Jacobus Cornelis Voorwald. O objetivo desta reunião é o pedido de Políticas Públicas que contemple a situação e as Necessidades Especiais dos Alto Habilidosos.

Participaram desta reunião o Sr. Secretário, seu Assessor Parlamentar Ivan Luiz Aguiar de Andrade, representantes do CAPE (Centro de Apoio Pedagógico Especializado) Sra. Denise Arantes e Sra. Rosangela Gerbara, a Deputada Eroilma Soares e sua assessora de imprensa, a Presidente da APAHSD – Associação Paulista para Altas Habilidades/Superdotação – Sra. Ada Cristina Garcia Toscanini, o Advogado da mesma instituição – Sr. Alexandre Barbosa Valdetaro e a Sra. Ana Lucia Fanganiello, representando o Conselho de pais de Altos Habilidosos/Superdotados.

A reunião ocorreu num clima de total parceria, foram colocadas todas as dificuldades pelas que passam as escolas, os coordenadores e os professores para identificar estas crianças. A necessidade de formar Especialistas na área, assim como atender e orientar os AHs (Alto Habilidosos) para o desenvolvimento de suas habilidades, tanto no enriquecimento curricular como na aceleração, se necessário.

O Secretário mostrou-se preocupado com a situação e se manifestou positivamente dizendo que o assunto estaria resolvido, poderíamos contar com isso, pediu para encaminhar o projeto de lei que estamos redigindo na Câmara Municipal para entender o que esta sendo feito no município e falou que no mês de agosto regulamentaria esse problema junto ao CAPE.

Também se falou sobre as avaliações pedagógicas e psicológicas necessárias na detecção destas crianças, onde ficou combinado aceitar as avaliações de Associações ou Entidades Idôneas na área de Altas Habilidades, em São Paulo.

Também foi colocado que aqueles pais que têm documentação necessária (avaliação pedagógica e psicológica) para acelerar seus filhos devem protocolar seu pedido na escola. A escola receberá a supervisão do estado para determinar o que será feito com aquela criança, neste caso deve ser solicitado que um supervisor ou supervisora específico em necessidades especiais, para poder resolver este tipo de procedimento.

Essa notícia também pode ser lida no site da Deputada Heroilma Soares que segue abaixo

http://www.deputadaheroilma.com.br/noticia.php?id=394